Nos últimos tempos tenho experimentado a distribuição Kali Linux e tentado satisfazer a minha curiosidade sobre o ataque a redes Wifi ao estilo do que se vê nos filmes. Um dos métodos que experimentei com sucesso (na minha própria rede, não estejam já a pensar coisas! xD ) foi a obtenção do handshake e respectivo ataque “brute force” usando o airckrack alimentado por uma pipe com o crunch a gerar o dicionário.

O que acontece é que este é um método lento, muito lento (sim, eu sei que correr isto dentro de uma maquina virtual e só com recurso ao CPU é lento) e mesmo no caso hipotético do uso de um GPU poderoso, determinadas chaves WPA2 demorariam anos, muitos anos a ser descobertas.

Um bom hacker não pode render-se apenas aos ataques de “Brute force” e tem de obter informações fruto de observações, hábitos, gostos, etc… de modo a poder restringir o leque de possibilidades. Assim como a informação só tem valor durante o seu tempo de “validade”, perdendo todo o interesse depois disso, mas aquilo que eu venho “perguntar” é “Até onde é racional um Ataque do tipo “Brute Force”?

Deixem as vossas opiniões, sobre este assunto… =)

Share

Irá decorrer a partir das 19h de hoje (7 de Fevereiro) nas instalações da Beta-i em Lisboa o Hack4Good.

Uma maratona de 48 horas onde Programadores, designers e empreendedores se podem juntar para desenvolver projectos solidários de Software e tecnologia.

Envolvendo mais de 5 mil pessoas em 50 cidades diferentes está pela primeira vez em portugal.

Poderá inscrever-se Aqui:

Share

Kali Linux 1.0.6

kali_00

Já está disponível a distribuição Linux “especializada” em auditoria da seguração de sistemas, computação forense, hacking e tudo o que envolva segurança em geral.

Baseada em Debian aperesenta uma base muito sólida, poderosa e de grande desempenho sendo por muitos considerada como sucessor do Backtrack.

Algumas das novidades presentes na versão 1.0.6 são:

– Kernel 3.12
– Melhor suporte para VMWare
– Patch Luks Nuke acrescentado ao cryptosetup
– Kali ARM Build Scripts

Poderá obter mais informações na página oficial Aqui:

Poderá efectuar o Download Aqui:

Share

BackBox 3.13

The-Ultimate-Hacking-Tools-Added-in-BackBox-Linux-3-09-Features-EFI-Support

Já está disponível para Download a nova versão da distribuição Linux BackBox 3.13, orientada para a realização de testes de penetração e segurança informática, vulgo, hacking.

A distribuição BackBox 3.13 é baseada em Ubuntu e inclui inúmeras aplicações / ferramentas para realização de testes de penetração de dados e segurança informática.

Algumas das ferramentas incluidas são: Bokke, Dissy, flasm, GHex, nasm, ndisasm, arping, ar-scan, knock, Zenmap, Aircrack, e reaver.

Esta nova versão trás as principais novidades:

– Kernel 3.13
– Suporte para modo EFI
– Suporte para modo anónimo
– Melhorias a1o nível do performance
– Componentes Upstream

Poderá obter mais informações Aqui:

Poderá efectuar o Download Aqui:

Share

Hacking: Wii U Gamepad

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...Share