Archive for the ‘Programação’ Category

ed52
Já está disponível a nova edição da Revista Programar, esta edição traz como destaque um artigo sobre “Testar aplicações móveis com Xamarin Test Cloud”, contendo também um também um artigo sobre “Android Monkey Test: Um “Macaco” ao Serviço dos Programadores Android” (pag.30) elaborado por mim, entre muitos outros artigos.

É uma revista redigida por um grupo de voluntários que tem por gosto a programação, e apresenta artigos de grande qualidade e utilidade para qualquer interessado em programação…

O Download Pode Ser Feito Aqui:

Share

Arte - Android DAAS
Um livro que especifica as funcionalidades e aplicações do sistema operativo mais utilizado no mundo

A FCA, editora do Grupo LIDEL, apresenta o livro Android – Desenvolvimento de Aplicações com Android Studio”, inserido na coleção MyTI e da autoria de Ricardo Queirós, professor e autor de vários livros sobre aquele que é o sistema operativo líder no mercado dos dispositivos móveis com vendas mundiais a rondar os 80%.

O novo livro do especialista em tecnologias começa por elucidar os leitores sobre a evolução do sistema da Google, não faltando a referência às últimas versões – Lollipop e Marshmallow –, enumera depois as suas principais características e explica tudo o que se precisa saber para desenvolver bem uma app Android.

Divido em 11 capítulos, e introduzindo o novo Android Studio 2 em todos os exemplos através da linguagem Java, este novo livro é dirigido tanto a profissionais e alunos na área de programação e computação móvel como a entusiastas por novas tecnologias. Trata-se também de uma ferramenta de apoio teórica e prática para todos aqueles que se estão a iniciar no mundo do desenvolvimento de aplicações para dispositivos com este sistema operativo.

 

Ao longo do livro são abordados, entre outros, os seguintes temas:

Introdução ao Android;

A Minha Primeira Aplicação;

Android Studio;

Componentes Android;

Interface Gráfica;

Material Design;

Gestão de Dados;

Multimédia;

Networking;

Mapas e Localização;

Introdução ao Android Wear.

Livro cedido pela FCA

Share

d_9789727228164_programa_o_em_python
Este é um livro que apresenta os fundamentos da programação em Python, linguagem de programação de alto nível, estruturado em duas partes. Numa primeira parte, aprofunda-se a programação procedimental, fazendo-se, numa segunda parte, uma breve introdução à programação orientada aos objetos (POO).

Assim, o livro apresenta não só uma panorâmica do essencial da programação, como também aprofunda os conceitos básicos da programação e os aspetos complementares, mais avançados, da linguagem Python, discutindo-se vários aspetos do desenvolvimento de programas.

O leitor pode encontrar, ainda, outros temas, como as estruturas de dados e tipos de dados abstratos, os conceitos essenciais da POO, as noções básicas de desenho de soluções e de diagramas de classes, e a programação guiada por eventos.

A abordagem adotada permite que se possam começar a escrever os primeiros programas após o primeiro capítulo, e a organização e conteúdo do texto possibilitam que este seja usado por vários tipos de leitores, seja num contexto de formação ou autoformação – estudantes dos ensinos profissional e superior –, seja em contexto profissional – programadores de aplicações e profissionais da informática.

“Tendo lido e revisto a obra Programação em Python: Fundamentos e Resolução de Problemas, do Professor Ernesto Costa, é minha opinião que a mesma é extremamente relevante para empresas que usem a plataforma Python de forma avançada e, simultaneamente, tenham a necessidade de treinar recursos humanos nesta tecnologia.”
Paulo Marques
Cofundador e Chief Technology Officer da Feedzai

O livro inclui vários exemplos já resolvidos, sumários da matéria abordada e exercícios teóricos e práticos.

Principais temas abordados no livro:

· Programação procedimental e orientada aos objetos;
· Objetos – simples e estruturados;
· Instruções destrutivas e de controlo;
· Ficheiros;
· Recursividade;
· Visualização e tratamento de imagens;
· Complementos;
· Tipos e classes;
· Interfaces gráficas com o utilizador.

 

Livro cedido pela FCA

Share

Bombeiros.pt Android App

O Dia de Hoje celebra exactamente um ano desde a publicação da primeira versão da aplicação Android “Bombeiros.pt”. Uma aplicação desenvolvida em parceria com o portal “Bombeiros.pt” com o objectivo se servir como utilitário para os Elementos de Protecção Civil…

Um ano passado é tempo de fazer uma retrospectiva, avaliar o sucesso da app, e fazer alguns juízos de valor. Bem, começando pelo número de Downloads, estamos neste momento com 14252 Download’s sendo que cerca de 4000 dispositivos ainda mantém a aplicação instalada. O Feedback geral foi bastante positivo, cifrando-se em 4.43 numa escala de 0 a 5 e avaliada por 442 utilizadores.

Pessoalmente foi o meu primeiro projecto de alguma envergadura e que me ensinou muitas coisas, me obrigou a explorar muitas funcionalidades e me abriu os olhos para os pormenores do desenvolvimento de uma aplicação. Muitas coisas podem ainda ser melhoradas e certamente o serão.

Agora é tempo de pensar em ajustar todos os pormenores, inserir novas funcionalidades e corrigir as existentes. Mas sobretudo pensar em tornar a aplicação cross-platform. Este será o grande desafio para 2016, pelo que podem esperar por novidades no decorrer do novo ano…

A app “Bombeiros.pt” continua Disponível na Play Store…

Share

A Loucura de Ser Indie Developer!!!

2234945-indiegamethemovie_filmstill4_tommyrefenes_byindiegamethemovie

Podem me chamar louco, obstinado ou mesmo persistente mas há um certo encanto em ser Indie Developer. Ser responsável pelo processo criativo, planeamento. UPS… Planeamento é coisa que geralmente não acontece muito, basicamente aparece a ideia e começo logo a implementar qualquer coisa por mais rudimentar que possa parecer de modo a criar um pequeno protótipo da ideia.

Os produtos de software, sejam eles software ou jogos produzidos pelas grandes empresas não passam de produtos altamente polidos, desenvolvidos para ser o mais atractivos possível para o público, mas sem o “sentimento” envolvido pelos developers.

Ultimamente tenho me juntado ao “grupo” dos Indie Developers e tenho sentido na pele as reais dificuldades de ser um Indie Developer. Ser responsável pelo Design (mas eu não sou designer nem tenho muito jeito para isso), responsável pelos modelos de dados e posterior programação e ainda no final os testes.

Mas são estas dificuldades na criação destas pequenas “peças” um tanto ou quanto toscas que lhes dão o verdadeiro brilho, e sobretudo fazem brilhar os nossos olhos de Developer’s quando atingimos o objectivo.

Todos os Developers, programadores ou seja quem for deveriam passar por esta experiência pelo menos uma vez na vida. Sentir as frustrações de não conseguir atingir determinado objectivo, ou de passar dias e dias a pensar e a trabalhar num destes projectos pessoas, sabendo que podem nunca ser atractivos para o publico em geral.

No fundo trata-se da concretização de um ideia surgida em algum momento, mas que nos realiza pessoalmente.

Pode até parecer uma “peça” tosca, mal nascida e mal acabada, mas posso orgulhosamente dizer que fui o criador…

Desabafo de um Indie Developer…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...Share